Certificados disponíveis. Clique para acessar a área de impressão!


Você é muito bem-vindo
ao site do evento exclusivo que
foi cuidadosamente
preparado para receber
as principais mentes
da psiquiatria e neurologia.

 
Palestrantes internacionais

ADRIAN RAINE (EUA)
FACUNDO MANES (ARG)
NED H. KALIN (EUA)



Palestrantes nacionais

André Palmini
Carmita Abdo
Eurípedes Constantino Miguel
Fernando Morgadinho
Jaderson Costa Da Costa
Maria Conceição Do Rosario
Monica Levy Andersen
Paulo Caramelli
Paulo Mattos
Pedro André Kowacs
Pedro Do Prado Lima
Pedro Schestatsky
Rodrigo Affonseca Bressan
Sergio Tufik
Valentim Gentil

Programa

17 ago sex


15h30 – 16h
Café de boas-vindas 

16h – 16h15
Abertura
André Palmini (RS)
Pedro do Prado Lima (RS)


16h15 – 17h
Conferência Inaugural

A utilidade dos avanços da neurociência na prática: entendendo e refinando o tratamento das doenças
Jaderson Costa da Costa (RS)


17h – 18h20 Mesa-redonda
Pródromos e prevenção de doenças mentais

A curva de detecção de doenças mentais está definitivamente migrando para a esquerda. Em outras palavras, a ordem do dia é diagnosticar precocemente, de preferência antes que as doenças se manifestem (ou se declarem) de forma inequívoca (e, infelizmente, já com menores chances de controle). Assim, a identificação e validação de pródromos de doenças mentais passa a ser objeto de intensa pesquisa, visando estabelecer estratégias de prevenção e, talvez, desenvolver uma psicofarmacologia prodrômica, com melhores resultados.

Identificação e manejo dos pródromos de esquizofrenia
Rodrigo Affonseca Bressan (SP)

Trajetória do Transtorno Obsessivo Compulsivo: oportunidades de intervenção
Maria Conceição do Rosario (SP)

Prevenção a partir de políticas de controle do uso de drogas
Valentim Gentil (SP)

Discussão

18h20 – 18h40
Intervalo 

18h40 – 19h20
Conferência Internacional

O predomínio da genética na ansiedade: estrutura cerebral, metabolismo e a transmissão da ansiedade de uma geração a outra
Ned H. Kalin (EUA)
Chair, Department of Psychiatry, Faculty, University of Wisconsin School of Medicine and Public Health.



19h20 – 20h40 Mesa-redonda
Integração e desintegração do cérebro

Vivemos a era da neuroimagem das redes neurais e da busca dos conectomas. Entender a base das “networks” que sustentam as funções cognitivas – ou seja, a integração neural - é uma premissa importante para identificar os marcadores de desintegração cerebral. O cérebro integrado, quando doente, transforma-se no cérebro desintegrado das demências, com quadros clínicos bem definidos, evoluindo conforme a anatomia funcional da desintegração.

Conexões cerebrais, redes neurais e as bases da cognição
Paulo Mattos (RJ)

A desintegração dos lobos frontais nas degenerações fronto-temporais
(dublado)
Facundo Manes (ARG)
Presidente de la Fundación INECO para la investigación en Neurociencias Cognitivas Buenos Aires, Argentina.

As diferentes faces clínico-patológicas da doença de Alzheimer
Paulo Caramelli (MG)

Discussão

20h40
Jantar
 

18 ago sáb


9h – 10h20 Mesa-redonda
Organização e desorganização do sono

O sono é uma função cerebral como tantas outras e, assim, tem bases anátomo-funcionais bem definidas - que são alteradas por um “sem número” de doenças neurológicas e psiquiátricas. Entender a organização do sono é crucial para compreender sua “des-organização” na doença e os sintomas decorrentes desta “des-organização”.

Como se organiza o sono? Entendendo a fisiologia do início, meio e fim de uma noite de sono
Fernando Morgadinho (SP)

Os círculos viciosos da privação de sono
Monica Levy Andersen (SP)

Os distúrbios de sono na prática médica
Sergio Tufik (SP)

Discussão

10h20 – 11h
Conferência Internacional

A fascinante história relacionando sono, sonolência, cognição e crime: hora de acordar para o problema
(dublado)
Adrian Raine (EUA)
Richard Perry University Professor of Criminology, Psychiatry, and Psychology at the University of Pennsylvania.

11h - 11h30
Intervalo

11h30 – 12h50 Mesa-redonda
Tratamento farmacológico de doenças neurológicas e psiquiátricas comuns

Inexoravelmente, o clínico tem que saber tratar corretamente doenças frequentes em sua prática médica. Ao mesmo tempo, muitas vezes este clínico tem dificuldade com a identificação precisa de sintomas e com a forma de avançar no tratamento, além da escolha do fármaco inicial. Especialistas desenvolvem uma “arte” de hierarquizar sintomas e combinar fármacos com resultados por vezes excelentes.

Quando e como combinar fármacos no tratamento da depressão
Pedro do Prado Lima (RS)

Obsessões e compulsões no espectro da ansiedade: implicações para o tratamento
Eurípedes Constantino Miguel (SP)

Tratamento da enxaqueca: o que realmente avançamos nos últimos 20 anos
Pedro André Kowacs (PR)

Discussão

12h50 - 14h
Almoço

14h - 14h40
Conferência Internacional

O rosto triste da criança ansiosa: bases biológicas da ansiedade social e antecipatória
Ned H. Kalin (EUA)
Chair, Department of Psychiatry, Faculty, University of Wisconsin School of Medicine and Public Health.


14h40 – 16h20
Mesa-redonda
Neurociência da organização da vida


Tempo
Vivemos num mundo diferente, que nos oferece o impensável, mas nos exige cada vez mais. Estamos preparados ou fazemos de conta e vamos andando do jeito que conseguimos? Mas que desafios são esses? Podíamos imaginar que um dia escolheríamos entre ser mais ou menos ocupados, optando pelo multitasking ou pelo seu oposto? Ou que nossas escolhas e hábitos seriam tão relevantes para nossa longevidade? Isso mesmo, será que se seguirmos alguns comportamentos seremos um dia imortais? E se formos, terá a vida o mesmo prazer?

Sexo
Porque somos tão curiosos sobre a sexualidade, nossa e dos outros? Como viver a sexualidade nesse contexto de vida longeva?

Filhos
No cenário atual, de muita ocupação e pouca disponibilidade, como educar filhos adolescentes agressivos?

Lidando com o tempo: investigando o que quer dizer ser muito ocupado
André Palmini (RS)

Como viver 100 anos
Pedro Schestatsky (RS)

Por que todos são curiosos sobre a sexualidade (a sua e a dos outros)?
Carmita Abdo (SP)

Educando filhos adolescentes agressivos: prognóstico comportamental e sua relação com a biologia da puberdade
(dublado)
Adrian Raine (EUA)
Richard Perry University Professor of Criminology, Psychiatry, and Psychology at the University of Pennsylvania.

Discussão

16h20
Encerramento e café de confraternização


Realização



Gestão do conteúdo científico


Gerenciamento



Apoio